07/05/14 15:06

Curitiba: Setor de alimentação investem para receber turistas

 O Largo da Ordem é um dos principais destinos turísticos de Curitiba e, com a proximidade do período da Copa do Mundo, Lúcia Casillo, proprietária do Solar do Rosário, resolveu investir para tornar o espaço ainda mais atraente. Ela instalou na frente do Solar um café, treinou funcionários e preparou um cardápio especial para os clientes aproveitarem o inverno brasileiro. “Quase 90% dos turistas que passam por Curitiba visitam o Largo da Ordem e o setor histórico da Cidade. Aqui tem bares, restaurantes, lojas de souvenires, antiquários e galeria de arte. Mas realmente faltava o café”, conta.

O Café Solar do Rosário é uma construção envidraçada, com vista para a rua, música clássica como som ambiente, internet gratuita e livros de arte para consulta ou compra. “Foi uma ideia colocada em prática depois do anúncio da realização da primeira fase da Copa do Mundo em Curitiba”, explicou Lúcia, que preparou um cardápio com muitas bebidas quentes para espantar o frio do junho curitibano.

Ela se soma ao investimento feito em todo o Paraná nos últimos anos no setor de bares e restaurantes: R$ 500 milhões em infraestrutura física, reordenamento de cardápio, qualificação de mão de obra e introdução de novos pratos para receber os turistas e torcedores da Copa do Mundo.

Deste montante, 40% foram aplicados pelos empresários curitibanos em restaurantes, bares, panificadoras, confeitarias, cafés, de acordo com dados da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes- Seção Paraná (Abrasel-PR). “Desde que a realização da Copa do Mundo foi anunciada, o setor de alimentação acreditou no evento como um período de expansão de vendas e iniciou o processo de investimento. Este é um investimento que ficará para a cidade e para os clientes, que estão cada vez mais exigentes”, disse o diretor-executivo da Abrasel-PR. Luciano Bartolomeu.

O Instituto Municipal de Turismo (CTur) estima que Curitiba receberá 400 mil visitantes no período da Copa. Eles poderão aproveitar os 497 estabelecimentos da cidade que comercializam todo tipo de alimentação.

 

Fonte: Prefeitura Municipal de Curitiba